Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia ]]> http://revista.unati.uerj.br/rss.php?pid=1809-982320110003&lang=pt vol. 14 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://revista.unati.uerj.br/img/en/fbpelogp.gif http://revista.unati.uerj.br <link>http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt</link> <description/> </item> <item> <title><![CDATA[<b>Estudo da incontinência urinária em mulheres climatéricas usuárias e não usuárias de medicação anti-hipertensiva</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Entre os fatores de risco para a incontinência urinária (IU) está o uso de medicamento anti-hipertensivo. Objetivou-se estimar a prevalência de IU em mulheres climatéricas atendidas na Estratégia de Saúde da Família em Bozano/RS e avaliar o risco do uso desses medicamentos. Trata-se de um estudo observacional, transversal, prospectivo, descritivo-analítico, com grupo de comparação, sendo o grupo 1 (G1) formado por usuárias de anti-hipertensivos e índice de massa corporal (IMC) <img border=0 width=8 height=14 src="../img/menor.gif">29,9 kg/m² e o grupo 2 (G2) por não usuárias desses medicamentos com o mesmo IMC. A amostra foi constituída por 70 mulheres, G1(21) e G2(49). Foi aplicado um questionário abordando aspectos relacionados às condições prévias de saúde da mulher, uso de medicamentos e condições uroginecológicas. Quanto à prevalência de IU, 52,8% apresentaram esta queixa (21,4% do G1 e 31,4% do G2). Em relação aos medicamentos, destacou-se o uso de inibidores da enzima conversora de angiotensina por 33,3% das mulheres. Quanto ao risco de apresentar IU pelo uso de anti-hipertensivos, o odds ratio mostrou que as usuárias têm 3,06 vezes mais chance de serem incontinentes (p = 0,03). Os resultados sugerem que o uso de medicamentos anti-hipertensivos é fator preditor de IU no grupo de mulheres estudadas<hr/>Among other risks factors for urinary incontinence (UI) is the use of anti-hypertensive medicines. This paper aimed to value the prevalence of urinary incontinence in menopausal women attending in the Family Health Strategy in Bozano/RS and to assess the risk of these medicine use. It is a descriptive, cross-sectional and analytical study with a comparison group, being group 1 (G1) formed by women who use anti-hypertensive medicines and have a body mass index (BMI) <img border=0 width=8 height=15 src="../img/menor.gif">29,9 kg/m², and group 2 (G2) by women with BMI <img border=0 width=8 height=15 src="../img/menor.gif">29,9 kg/m² and no use of anti-hypertensive medicines. The sampling is composed of 70 women, 21 in G1 group and 49 in G2 group. Data collection was a questionnaire addressing issues related to domestic preconditions for women's health, medicine use and uro-gynecological conditions. As for the prevalence of UI, 52.8% had this complaint (21.4% in G1 and 31.4% in G2). Concerning the pharmacological class of anti-hypertensive medicines, angiotensin-conversing enzyme inhibitors are used by 33.3% of women. As for the risk for UI using anti-hypertensive medicines, the odds ratio showed that women who use this medicine are 3.06 times more likely to be incontinent (p = 0,03). The results suggest that the use of anti-hypertensive medicines is a predictor of UI in the group of women studied. <![CDATA[<b>Fatores de risco à senilidade na transição à aposentadoria</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introdução: A aposentadoria, um dos principais desencadeantes de comprometimentos funcionais em quem envelhece, passa muitas vezes despercebida quanto a sua importância patogênica e, portanto, não recebe a devida prevenção e tratamento. Neste estudo levantou-se a hipótese de que a aposentadoria é um processo gradativo de perdas que se relaciona com o envelhecimento patológico. Objetivo: Detectar fatores psicológicos e sociais da aposentadoria determinantes no envelhecimento patológico. Casuística e Métodos: Durante o ano de 2008, 79 funcionários do Hospital das Clínicas de São Paulo, em transição à aposentadoria, foram convidados a preencher um questionário geral de opinião, de múltiplas opções de respostas, sobre fatores psicossociais da aposentadoria que melhor expressam os sentimentos e emoções perante a proximidade desse evento. Resultados: Da população de estudo, a aposentadoria afeta mais a estrutura psicológica dos homens, dos mais jovens, dos que têm menor nível de autoridade no cargo e menor nível de escolaridade. As dificuldades decorrentes do afastamento do trabalho são maiores para sujeitos mais velhos, para as pessoas com menor nível de autoridade e para pessoas com menor nível de escolaridade. A mudança de ritmo de vida decorrente da aposentadoria afeta mais sujeitos com menor nível de autoridade, e a possibilidade de surgirem conflitos após a aposentadoria é maior em sujeitos com maior nível de escolaridade. Conclusão: A aposentadoria é um processo gradativo de perdas que produz instabilidade emocional, com consequências nocivas ao futuro. Quanto menor for a idade do sujeito que se aposenta, maior o impacto desse evento. Sujeitos com maior escolaridade e nível de autoridade têm melhor adaptação à mudança e capacidade de lidar com as dificuldades na transição à aposentadoria.<hr/>Introduction: Retirement, one of the main drivers of functional disorders to the elderly is sometimes overlooked as regards its pathogenic significance, and, accordingly, is not provided with due care and prevention. This study approached the assumption that retirement is a pathological aging-related gradual losing process. Purpose: To identify the retirement social and psychological factors determining the pathological aging. Case Study and Methods: During 2008, 79 retired-to-be employees of the University Hospital were invited to answer a general multiple choice opinion questionnaire in connection with the retirement social and psychological factors that better express the feelings and emotions before the proximity of such event. Results: Based on the population under study, retirement mostly affects the psychological structure of men, younger individuals, people with lesser authority level in their positions and lower education level. The hindrances arising from absence from work are greater for the elderly, those with lesser authority level and those with lower education level. Life style change as a result of retirement mostly affects those individuals with lesser authority level, with a greater occurrence of post-retirement conflicts with higher education people. Conclusion: Retirement is a gradual losing process causing emotional instability with bad consequences for the future. The younger the retiring individual, the greater the retirement impact. People with higher education and authority levels show a better adjustment to such changes and a greater ability to handle any difficulties during the retirement transition <![CDATA[<b>Mitochondrial Metabolism, Free Radicals and Aging</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O envelhecimento pode estar associado ao maior acúmulo de lesões celulares decorrentes das espécies reativas do oxigênio e do nitrogênio derivadas do metabolismo mitocondrial. Com a progressão da idade, há acúmulo de proteínas, lipídeos, carboidratos e DNA oxidados em relação a organismos jovens, de acordo com a teoria dos radicais livres. Entretanto, nem sempre os idosos ou animais envelhecidos apresentam maior estresse oxidativo que os jovens. Este artigo discute o paradoxo da teoria dos radicais livres de acordo com a teoria da biogênese da manutenção adequada do metabolismo mitocondrial. Diversos fatores podem contribuir para a redução do estresse oxidativo, como a hormese induzida pela prática regular de exercícios físicos, a restrição calórica, a ingestão de antioxidantes nutricionais e o aumento da produção de antioxidantes celulares que. Em conjunto, estes promovem a expressão das sirtuínas e das proteínas do choque térmico, protegendo a integridade e funcionalidade mitocondriais, reduzindo o estresse oxidativo e nitrosativo, o que está associado à redução do envelhecimento e aumento da longevidade<hr/>Aging may be associated with a higher accumulation of cell damage resulting from reactive oxygen species and nitrogen derived from mitochondrial metabolism. With aging, there is an accumulation of proteins, lipids, carbohydrates and DNA oxidation in relation to young bodies, according to the theory of free radicals. However, not always the elderly or aged animals have higher oxidative stress than younger people. This paper discusses the paradox of the free radical theory according to the theory of biogenesis of proper maintenance of mitochondrial metabolism. Several factors may contribute to the reduction of oxidative stress, such as hormesis induced by regular physical exercise, calorie restriction, dietary intake of antioxidants and increased production of cellular antioxidants. Together, these promote the expression of sirtuins and heat shock proteins, protecting the integrity and mitochondrial function by reducing oxidative and nitrosative stress, which is associated with reduced aging and increased longevity. <![CDATA[<b>Avaliação da influência dos estímulos sensoriais envolvidos na manutenção do equilíbrio corporal em mulheres idosas</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt deste estudo foi avaliar o equilíbrio corporal de idosas durante a manipulação dos sistemas sensoriais. Participaram do estudo 39 idosas praticantes de hidroginástica. Uma plataforma de força AMTI foi utilizada para avaliar as variáveis referentes ao equilíbrio corporal na direção ântero-posterior e médio-lateral. O conflito sensorial foi realizado em seis testes de organização sensorial (TOS) por meio da posturografia dinâmica validada por Castagno (1994). Os resultados mostraram que, na direção ântero-posterior, não houve diferença estatisticamente significativa apenas nas comparações do TOS 2 com o TOS 1, TOS 3 e TOS 4; TOS 3 com o TOS 4; e TOS 5 com o TOS 6. Com relação à direção médio-lateral, não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas comparando o TOS 1 com o TOS 2 e 3; o TOS 2 comparado ao TOS 3; e quando o TOS 5 foi comparado com o TOS 4 e 6. Durante o TOS, seis idosas apresentaram maior média da amplitude do deslocamento do COP em ambas as direções, o que indica maior instabilidade na manipulação das aferências proprioceptivas e vestibulares. Concluiu-se que quanto mais sistemas sensoriais forem manipulados ou suprimidos, pior será o equilíbrio corporal das idosas<hr/>With the aging some skills are compromised, such as areas that process the signs of the vestibular, vision and proprioceptive systems. This study aimed to to evaluate the body balance of elderly women during manipulation of sensorial systems. The study included 39 elderly women who practice hydro-gymnastics. Na AMTI force platform was used to evaluate the variables related to body balance in the antero-posterior and medium-lateral sense. The sensory conflict was accomplished through six sensorial organization tests (SOT) through the dynamic posturography validated by Castagno (1994). Results showed that in the antero-posterior direction there was no statistically significant differences only in the comparisons of SOT 2 with SOT 1, SOT 3 and SOT 4; in SOT 3 with SOT 4; and in SOT 5 with SOT 6. With respect to the medium-lateral direction there were no statistically significant differences just in the comparison of SOT 1 with SOT 2 and 3; in SOT 2 with SOT 3; and in SOT 5 with SOT 4 and 6. During TOS, six elderly showed higher average amplitude of COP displacement width in both directions, indicating greater instability in the manipulation of proprioceptive and vestibular inputs. We concluded that the more sensory systems are manipulated or suppressed, the worse will be the elderly's body balance. <![CDATA[<b>Motivos para frequentar um programa de educação permanente: relato dos alunos da universidade aberta à terceira idade da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente estudo visou a levantar dados sociodemográficos dos participantes da Universidade Aberta à Terceira Idade da EACH-USP e caracterizar os motivos relatados pelos idosos quanto a frequentar o programa. Para a coleta de dados, foram utilizados um questionário sócio-demográfico e uma escala para verificação dos motivos por ordem e por grau de satisfação que cada um representava. O grupo composto por 140 adultos maduros e idosos com idade média de 64,57 anos (DP=6,43 anos) foi basicamente constituído pelo gênero feminino (77,86%). Nos motivos para frequentar uma Universidade Aberta, houve maior interesse em investir no próprio desenvolvimento com o aumento de informação e autodesenvolvimento, visto que mais de 60% disseram que aumentar conhecimentos foi o primeiro motivo que os trouxeram ao programa, seguido de aperfeiçoamento pessoal. Através da análise de Cluster observaram-se dois grupos distintos, quanto à motivação para aderir ao programa. Sugere-se que, na implementação de ações, se objetive melhorar o bem-estar desses estudantes, levando-se em conta as diferenças de cada grupo<hr/>This investigation aimed to raise participants' demographic data from the Open University of the Third Age EACH-USP and characterize the reasons reported by the elderly as to attend the program. To collect data we used a socio-demographic questionnaire and a scale to check the reasons for order and degree of satisfaction that each one represented. The group of mature adults and elderly with a mean age of 64.57 years (SD = 6.43 years) was mainly composed of females (77.86%). In reasons to attend an Open University were more interested in investing in their own development with the increase of information and self-development, since more than 60% said that increasing knowledge is the first reason that brought them to the program, followed by personal development. Cluster analysis showed two distinct groups, and the motivation to join the program. It is suggested that, in the implementation of actions, it should be improved the welfare of these students, considering the differences in each group. <![CDATA[<b>Relação entre o Benefício do Aparelho de Amplificação Sonora Individual e Desempenho Cognitivo em Usuário Idoso</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivos: Verificar o uso efetivo do AASI pelos idosos, seus benefícios sociais e pessoais e sua relação com o desempenho cognitivo. Método: Estudo observacional, transversal, realizado no Hospital das Clínicas da UFMG, com 15 indivíduos com idade igual ou superior a 65 anos e usuários de AASI há quatro meses. Foram utilizados: QI-AASI, limiar de reconhecimento de fala e Mini-Exame do Estado Mental - Mini-Mental. Para comparação dos resultados, os sujeitos usuários de AASI foram divididos em dois grupos: Mini-Mental normal (MN) e Mini-Mental alterado (MA). Resultados: Em relação aos valores médios da avaliação do limiar de reconhecimento de fala, ambos os grupos apresentaram benefício com o uso do AASI. Em todas as variáveis pesquisadas por meio do QI-AASI, observaram-se resultados melhores no grupo MN, sem significância estatística. Quanto ao tempo de uso diário, 50% dos idosos do grupo MN e 40% do grupo MA o usam por mais de 8 horas/dia. Em relação à satisfação, 80% dos sujeitos do grupo MN acreditam que a qualidade de vida com o uso do AASI melhorou, enquanto 100% dos sujeitos do grupo MA referiram pouca ou nenhuma melhora na qualidade de vida. Conclusões: Os resultados desta pesquisa comprovaram que o uso do AASI proporcionou benefícios efetivos, sociais e pessoais para todos os idosos, independentemente dos resultados do Mini-Mental, e lhes permitiu retornar às relações comunicativas, além de reduzir a percepção do handicap auditivo. Entretanto, pôde-se observar tendência de melhor desempenho com o AASI em sujeitos sem alteração no Mini-Mental.<hr/>Objectives: To verify the effective use of hearing aids by the elderly, its social and personal benefits and its relation to cognitive performance. Method: An observational, cross-sectional study carried out at Hospital das Clínicas - UFMG, with 15 individuals aged over 65 years and users of hearing aids for four months. We used the IOI-HA, speech recognition threshold and Mini Mental State Examination - Mini Mental. For comparison of results, users of hearing aids were divided in two groups: normal Mini Mental (NM) and altered Mini Mental (AM). Results: When compared to an average value of the threshold for speech recognition, both groups showed benefit with the use of hearing aids. In all variables studied by means of IOI-HA, we observed better results in the NM group, without statistical significance. As for daily use, 50% of the elderly from NM group and 40% of the AM group use it for over 8 hours/day. Regarding satisfaction, 80% of those in NM group believe that the quality of life improved through the use of hearing aids, while 100% of subjects in the AM group reported little or no improvement in the quality of life. Conclusions: The results showed that the use of hearing aids provided effective, social and personal benefits to all elderly, regardless of the results of the Mini Mental, and allowed them to return to communicative relations and reduce the perception of hearing handicap. However, it was observed a trend of improved performance with hearing aids in subjects with no change in the Mini Mental. <![CDATA[<b>Estudo longitudinal dos aspectos multidimensionais da saúde de idosos institucionalizados</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Analisar a evolução de aspectos multidimensionais da saúde de idosos institucionalizados no município de Goiânia no seguimento de dois anos. Métodos: Foi realizado estudo clínico observacional longitudinal prospectivo. Duas avaliações foram realizadas com intervalo de dois anos, em 59 idosos residentes em instituições de longa permanência, no município de Goiânia, estado de Goiás, Brasil. Foram utilizados instrumentos padronizados, envolvendo diferentes dimensões como aspectos sócio-demográficos, condições de saúde-doença, aspectos psicoemocionais e habilidades funcionais. Para a comparação dos aspectos da saúde nos dois momentos de avaliação, utilizou-se o teste McNemar e de homogeneidade marginal, por meio do software SPSS® versão 10.0 com valor de p <img border=0 width=8 height=14 src="../img/menor.gif">0,05. Resultados: Houve declínio da saúde nos seguintes aspectos: ocorrência de acidente vascular cerebral (p = 0,031), outras doenças (p = 0,031), dificuldade motora em membros superiores (p = 0,007), uso de antidepressivos (p = 0,039), diminuição no número de independências para atividades de vida diária (p = 0,017), com destaque para higiene pessoal (p = 0,031). Conclusão: Os resultados deste estudo evidenciam as áreas de vulnerabilidade dos idosos institucionalizados em Goiânia e a necessidade de ações efetivas na promoção e manutenção da saúde<hr/>Objective: This study aimed to analyze the evolution of multidimensional aspects of the health of institutionalized elderly in the city of Goiânia, in two years. Methods: A longitudinal, prospective and observational clinical study was conducted. Two assessments were carried out within an interval of two years, comprising 59 elderly living at long-term care institutions in the city of Goiânia, State of Goiás, Brazil. It was used a set of standardized tools comprising different dimensions such as socio-demographic aspects, health-disease situations, psycho-emotional aspects and functional abilities. The Marginal Homogeneity and McNemar's tests were used to compare health aspects in two moments of assessment, by means of the SPSS® software version 10.0 and a p value of less than 0.05. Results: There was a health decline on the following aspects: stroke (p = 0,031); other diseases (p = 0,031); upper limb motor impairment (p = 0,007); use of antidepressant drugs (p = 0,039); decrease on the number of independencies for daily living activities (p = 0,017), specially the ones related to personal hygiene (p = 0,031). Conclusion: The results of this study highlight the areas of vulnerability of institutionalized elderly in Goiânia and the need of effective actions to promote and maintain their health <![CDATA[<b>As Representações Sociais de pessoa velha construídas por adolescentes</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O envelhecimento populacional é fenômeno relevante no mundo e desencadeia repercussões na dinâmica social, viabilizando a existência de representações sociais que deem sentido e orientem os grupos sociais acerca do envelhecimento humano. Com base na abordagem estrutural, foram investigadas a estrutura e a organização dos conteúdos da representação social sobre Pessoa Velha construída por adolescentes. Realizou-se um teste de evocação livre de palavras com a expressão "pessoa velha" e aplicou-se um questionário com perguntas abertas acerca de crenças, atitudes, normas, valores e práticas relacionadas ao processo de envelhecimento e ao idoso e a caracterização sócio-demográfica. Participaram 137 estudantes do 2o ano do Ensino Médio de uma instituição federal de ensino no Rio de Janeiro; idade entre 15-19 anos (média 16,19 anos); e maioria do sexo masculino (65,44%). Os elementos com atributos de centralidade foram: Avô, Idoso e Experiência. O sistema periférico era composto por: Sabedoria, Cabelo Branco, Respeito, Rugas, Aposentado, Doença, Personagens, Conhecimento, Bengala, Antigo, Remédio, Dificuldades, Morte, Acabado, Legal, Óculos, Pai-Mãe-Tia, Tempo e o sistema intermediário por: Idade, Chata, Gratuidades e Senhora. Os principais organizadores da representação foram: Avô e Idoso. Destacam-se dois sentidos atribuídos à pessoa velha: os elementos relacionados a Avô oferecem concretude à imagem de pessoa velha. E a Idoso agregam-se sentidos relativos a uma construção normativa da categoria Idoso, ensejando respeito e valorização. O estudo pode servir de subsídio para a elaboração de políticas de saúde, auxiliando na orientação de medidas direcionadas aos idosos e aos aspectos do envelhecimento humano.<hr/>Population aging is an important phenomenon in the world, with impact on the social dynamics, allowing for the existence of social representations which give sense and guide social groups concerning human aging. This study focused on the social representations of Old person built by teenagers, analyzing their structure and organization. Based on a structural approach, a test was conducted to freely evoke words related to the expression "old person" and a questionnaire was given to elicit answers regarding beliefs, attitudes, rules, values and practices related to the aging process and to the elderly and their socio-demographic characterization. Took part in the study 137 high school sophomores from a federal institution in Rio de Janeiro, ages 15 to 19 (average 16.19 years old), mostly male (65.44%). The elements which stood out as central were: Grandparent, Elderly and Experience. The peripheral system was composed of: Wisdom, Grey Hair, Respect, Wrinkles, Retired, Disease, Characters, Knowledge, Cane, Ancient, Medicine, Difficulties, Death, Worn-out, Nice, Glasses, Father-Mother-Aunt, Time and the intermediary system was composed of: Age, Annoying, Gratuities and Madam. The main representation organizers were Grandparent and Elderly, which suggest the existence of two focuses of meanings given to the old person. The elements related to Grandparent offer concreteness to the image of old person. And those associated to Elderly add meanings related to a normative construction of the Elderly category, which brings about respect and value, in opposition to a negative or belittling connotation associated to the term "old". The study may provide support for the development of health policies, serving as guide for measures taken in favor of the elderly and aspects of human aging. <![CDATA[<b>Sobrecarga e percepção de qualidade de vida em cuidadores de idosos do Núcleo de Atendimento à Terceira Idade do Exército (Natiex)</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introdução: Dado o envelhecimento populacional, torna-se relevante avaliar a sobrecarga e a qualidade de vida de quem cuida dos idosos. Essa prática costuma ser árdua. O cuidador precisa acrescentar, às atividades diárias, tarefas referentes ao idoso, expondo-se a um elevado padrão de burden (sobrecarga), ou aspectos negativos associados ao cuidado de dependentes. Isso pode levar a uma piora da qualidade de vida e consequente adoecimento. Objetivos: Avaliar o perfil sócio-demográfico e a relação entre a sobrecarga e a percepção de qualidade de vida de cuidadores de idosos do Núcleo de Atendimento à Terceira Idade do Exército (Natiex). Métodos: 61 participantes foram investigados a partir dos instrumentos WHOQOL-BREF e Zarit Burden Interview. Resultados: Dos 61 cuidadores avaliados, 78,6% eram do sexo feminino, 75,4% filhas, 50,8% casados, 62,3% com mais de 50 anos e 95,1% exerciam a atividade sem remuneração. Foi identificada uma relação estatisticamente significativa entre o aumento da sobrecarga e a piora da percepção de qualidade de vida (p <img border=0 width=8 height=14 src="../img/menor.gif">0,01). Conclusões: À medida que aumenta a sobrecarga, ocorre uma piora da percepção de qualidade de vida em todos os domínios: relações, psicológico, físico e ambiental (domínio ambiente teve o maior impacto). Os resultados encontrados foram superiores a outras amostras brasileiras, possivelmente pela maior facilidade do militar a recursos de saúde. Grupos de apoio a cuidadores devem ser estimulados como prevenção primária das morbidades relacionadas ao cuidar, tendo em vista a demanda crescente de idosos dependentes em nosso meio.<hr/>Introduction: As population ages, it becomes relevant to assess the burden and quality of life of caregivers of elderly. This practice is often difficult. The caregiver needs to add to daily activities, tasks for the elderly, exposing themselves to a high standard of burden or negative aspects associated with the care for dependents. This can lead to a worsening of quality of life and consequent illness. Objectives: To evaluate the socio-demographic profile and the relationship between overload and perceived quality of life of caregivers for the elderly at the Elderly Care Army Center (Natiex). Methods: 61 participants were investigated through the WHOQOL-BREF and Zarit Burden Interview. Results: Of the 61 elderly assessed, 78.6% were women, 75.4% were daughters, 50.8% married, 62.3% aged over 50 years and 95.1% had activities without pay. We identified a statistically significant relationship between increased overburden and worsening perception of quality of life (p <img border=0 width=8 height=15 src="../img/menor.gif">0.01). Conclusions: As the burden increases, there is a worsening of the perceived quality of life in all areas: relationships, psychological, physical and environmental (environmental domain showed the greatest impact). The results were higher than other Brazilian samples, possibly due to the easier access of militaries to health care. Support groups for caregivers should be encouraged as a primary prevention of health problems related to care, considering the increasing demand of dependent elderly. <![CDATA[<b>Nível de Atividade Física e sua Relação com Quedas Acidentais e Fatores Psicossociais em Idosos de Centro de Convivência</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo seccional teve por objetivo estimar o nível de atividade física (NAF) de idosos que frequentam centros de convivência (CCI), analisando a possível associação com quedas acidentais e outras variáveis relacionadas. Uma amostra de 291 idosos de três CCI da cidade de Cuiabá (MT, Brasil) respondeu ao Mini-Exame do Estado Mental (MEEM) e ao Questionário Internacional de Atividades Físicas (IPAQ). Foram utilizadas para a análise de dados, estatística descritiva e a regressão logística ordinal pelo Modelo de Odds Proporcional (MOP) (p <img border=0 width=11 height=13 src="../img/menor.gif">0,05). Cerca de 40% dos idosos disseram ter caído no ano anterior ao inquérito. Quanto ao NAF, 38,1% dos voluntários foram classificados no NAF "alto", 49,8% no "moderado" e 12,1% no "baixo". Os resultados do MOP para NAF indicaram que idosos mais velhos têm menos chance de estar no NAF alto (OR=0,78: IC=0,96-2,92) do que idosos nas faixas etárias mais jovens. O mesmo foi observado em idosos que não trabalham (OR=0,38: IC=0,22-0,67) e aqueles com baixo índice cognitivo (OR=0,31; IC=0,31-0,38). A ocorrência de quedas não mostrou associação com o NAF.<hr/>This cross-sectional study aimed to estimate the level of physical activity (LPA) in Senior Citizen Centers (SCC) users and the possible association with accidental falls and other related variables. The sample included 291 senior citizens from three different SCC from Cuiabá City (Mato Grosso State, Brazil) who answered the Mini-mental State Examination-MMSE and the International Physical Activity Questionnaire-IPAQ. Descriptive Statistic and Ordinal Logistic Regression by Proportional Odds Model (POM) were used for data analyses (p<img border=0 width=11 height=13 src="../img/menor.gif"> 0.05). About 40% of the elderly suffered falls in the last year. Analyzing the LPA, 38.1% of voluntaries were classified as high level, 49.8% as moderate level and 12.1% as low level. The results of POM indicated that the oldest group showed lower chance to be classified as high LPA (OR=0.78: IC=0.96-2.92) than younger groups. These results were observed in seniors that do not have a job (OR=0.38: IC=0.22-0.67) and those with low cognitive status (OR=0.31; IC=0.31-0.38). Accidental falls occurrence did not show association with LPA <![CDATA[<b>Resistência aeróbia e força de membros inferiores de idosos praticantes e não-praticantes de ginástica recreativa em um centro de convivência</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Analisar a resistência aeróbia e força de membros inferiores de idosos praticantes e não-praticantes de um programa de ginástica recreativa em um centro de convivência. Métodos: Fizeram parte do estudo 54 voluntários - 26 não-praticantes (71,2 ± 6 anos e 26 ± 4,7 kg/m2) e 28 praticantes de ginástica recreativa (68,6 ± 7,7 anos e 27,5 ± 4,5 kg/m2). Todos foram submetidos ao teste de sentar-levantar da cadeira em 30 segundos (avaliação da força de membros inferiores) e teste de caminhada de seis minutos (avaliação da resistência aeróbia). Resultados: O grupo participante do programa de ginástica obteve melhor média tanto no teste de sentar-levantar da cadeira em 30 segundos (16,1 ± 2,8 vs. 12,1 ± 2,7 execuções - p <img border=0 width=11 height=13 src="../img/menor.gif">0,001), quanto no teste de caminhada de seis minutos (439,2 ± 46,1 vs. 373,1 ± 58,5 metros - p <img border=0 width=11 height=13 src="../img/menor.gif">0,001). Conclusão: De acordo com os resultados obtidos, é possível concluir que os idosos participantes do programa de ginástica recreativa do centro de convivência analisado apresentaram melhores indicadores de resistência aeróbia e força de membros inferiores, sugerindo melhor nível de capacidade funcional em relação aos não-participantes.<hr/>Objective: To assess aerobic endurance and lower limbs strength of non-practitioners and practitioners of a recreational gymnastics program at an adult daycare center. Methods: 54 volunteers participated of the study - 26 non- practitioners (71.2 ± 6 years and 26 ± 4.7 kg/m2) and 28 practitioners of recreational gymnastics (68.6 ± 7.7 years and 27.5 ± 4.5 kg/m2). All were tested with the sit-up chair test (assessment of lower limbs strength) and six-minute walk test (assessment of aerobic endurance). Results: The practitioners of the gymnastics program obtained better results in sit-up chair test (16.1 ± 2.8 vs. 12.1 ± 2.7 executions - p <img border=0 width=11 height=13 src="../img/menor.gif">0.001) and six-minute walk test (439.2 ± 46.1 vs. 373.1 ± 58.5 meters - p <img border=0 width=11 height=13 src="../img/menor.gif">0.001) than non- practitioners. Conclusion: According to the results, we conclude that the elderly practitioners of recreational gymnastics program at an adult daycare center analyzed has a better indicator of aerobic endurance and lower limbs strength, suggesting a higher level of functional capacity in relation to the non- practitioners. <![CDATA[<b>Violência contra idosos no município de Fortaleza, CE</b>: <b>uma análise documental</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estudo teve como objetivo conhecer os casos de violência e maus-tratos contra idosos no município de Fortaleza, Ceará. Para tal, realizou-se uma pesquisa documental de 291 denúncias em processo de averiguação, registradas em Fortaleza em 2007. Os dados, coletados em fevereiro e março de 2008, foram submetidos à estatística descritiva e ao programa SPSS, comparados com dados de denúncias arquivadas pelo Alô Idoso, no período de 2003 a 2007, e discutidos à luz da produção científica. Os resultados apresentaram predomínio da violência intrafamiliar. As vítimas preferenciais foram mulheres (70,2%); os idosos mais atingidos encontravam-se com idade entre 71 e 80 anos (38,2%); a maioria residia com o agressor (70,4%) e encontravam-se na área compreendida pela Secretaria Executiva Regional III (25,1%). A maior parte das denúncias foi anônima (77,1%) e os principais agressores homens (54,7%) e filhos (57,7%). A violência psicológica foi a mais frequente (35,2%) e observou-se em 66,5% dos casos mais de um tipo de violência associado. Houve associação entre tipo de violência e: sexo dos agressores (p=0,019); residir ou não com a vítima (p <img border=0 width=11 height=13 src="../img/menor.gif">0,0001); agressor ser maior ou menor de idade (p=0,021); e faixa etária do idoso (p=0,001). Para combater os maus-tratos, sugere-se: denúncia dos casos de violência; construção de um banco de dados integrado; articulação e fortalecimento da rede de proteção social; capacitação dos profissionais; campanhas educativas sobre envelhecimento; orientação junto às famílias; penalização legal dos responsáveis pela violência e outros estudos investigativos.<hr/>The study aimed to know about violence and abuse against elderly in Fortaleza city, Ceará State, Brazil. It analyzed 291 complaints registered by the Alô Idoso program, in that city in 2007, which were being investigated, using a previously prepared form. Data, collected in February and March 2008, were analyzed by statistic programs (SPSS and chi-score test), compared with data of complaints already investigated, from 2003 to 2007 provided by the Alô Idoso, and discussed based on scientific literature. The results showed predominance of familiar violence. The preferential victims were women (70.2%); elderly aged 71-80 years (38.2%); living with the aggressor (70.4%) and within the Secretaria Executiva Regional III (25.1%). Most complaints were anonymous (77.1%) and the main aggressors were men (54.7%) and sons and daughters (57.7%). Psychological violence was the most frequent (35.2%) and more than one type of violence was involved in 66.5% of cases. It was found association between violence and: sex of aggressors (p=0.019); living with the victim (p <img border=0 width=11 height=13 src="../img/menor.gif">0.0001); adult aggressor or not (p=0.021), and elderly age (p=0.001). To fight abuse against the elderly, we suggest: denunciation of violence; construction of an integrated database; coordination and strengthening of the social protection network, professional qualification; educational campaigns about ageing, orientation for families, legal penalty for aggressors and other investigative studies with intervention strategies. <![CDATA[<b>Como vai a Educação Gerontológica nas Escolas Públicas do Distrito Federal?</b>: <b>Um estudo com idosos e jovens</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente artigo é fruto de uma pesquisa de campo quali-quantitativa que embasou uma dissertação de mestrado. A pesquisa buscou conhecer a opinião de alunos de escolas públicas do Ensino Fundamental e Médio do Distrito Federal (DF) e de idosos da mesma comunidade a respeito do envelhecimento e sua correlação com a existência ou não de preconceitos. Buscamos averiguar se um grupo de escolas desenvolve algumas ações voltadas à formação de hábitos, valores e atitudes direcionadas à superação de preconceitos e à aproximação entre as gerações (intergeracionalidade). Os dados foram coletados por meio de três instrumentos: 1) aplicação de um questionário sócio-demográfico e da Escala para Avaliação de Atitudes em Relação ao Idoso validada por Neri; 2) avaliação de oito propostas pedagógicas de escolas públicas do Ensino Fundamental e Médio do DF, que nos permitiram conhecer a dinâmica do contexto pesquisado; e 3) realização de 18 entrevistas, sendo cinco com jovens das escolas, oito com diretores (cujas propostas pedagógicas foram analisadas), e cinco com idosos (residentes na área central de Brasília). Diante dos resultados do presente estudo, podemos afirmar que predominaram atitudes mais positivas do que negativas em ambos os grupos. Não obstante, ao confrontá-los com as entrevistas, percebemos que os entrevistados responderam a questões similares às apresentadas na Escala Neri de forma mais negativa. Inferimos que este fato se deva à existência de preconceito implícito em relação ao idoso e à velhice. Outra constatação importante é a inexistência de atividades voltadas aos idosos, e/ou a aproximação destes com outras gerações nas escolas pesquisadas. Os dados obtidos com esta pesquisa sugerem que a educação gerontológica deve fazer parte do currículo escolar, visando a aproximar gerações e superar possíveis preconceitos, possibilitando a troca de experiências e a melhoria da qualidade de vida de todos.<hr/>This paper results from quali-quantitative field research that supports a master's dissertation. The research sought to know the opinion of 58 students from elementary and high public schools in the Federal District and 54 elderly of the community about aging, old age and old people and its correlation with the presence or not of prejudice. We sought to determine if a group of eight schools develops some actions aimed to form habits, values and attitudes to overcome prejudices and end the generation gap (inter-generationality). The research data were collected through three instruments: 1) the application of a socio-demographic questionnaire and the Scale for the Assessment of Attitudes Toward the Elderly validated by Neri; 2) analyze of eight Pedagogical Projects of elementary and high schools of the Federal District, which allowed us to understand the dynamics of the context studied; and 3) completion of eighteen interviews, five with juvenile from schools, eight with directors (whose pedagogical proposals were examined) and five with elderly (residents in the central area of Brasilia).From the results of this study, it was possible to argue that prevailed more positive than negative attitudes in both groups. However, when they were submitted to the interviews, it has been noticed that the interviewees answered similar questions at the scale Neri and at Inventory Sheppard in a more negative way. We imply that it's due to the existence of implicit prejudice against the elderly and old age revealed through the interviews. Another important finding is the lack of activities geared to the elderly, and/or approach of them with other generations in schools surveyed. Our data suggest that gerontology education should be part of the school curriculum, aiming to approach generations in order to overcome potential prejudices, making possible the exchange of experiences and the improvement of life quality for all. <![CDATA[<b>Topografia de Moiré como Método de Avaliação Postural</b>: <b>Revisão do Estado da Arte</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Desde 1970, o fenômeno de moiré vem sendo empregado como método de diagnóstico clínico em análises topográficas do corpo humano. Como método de avaliação postural, a topografia de moiré (TM) auxilia na análise dos desvios posturais nos planos frontal, sagital e transverso, através de uma única fotografia (topograma) obtida do dorso do indivíduo. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão bibliográfica cuja abordagem incluiu as principais características do fenômeno de moiré e sua utilização como método topográfico para as análises clínicas, sobretudo aquelas relacionadas aos desvios posturais. Foi feito um levantamento bibliográfico nas principais fontes de pesquisa acadêmica internacionais e nacionais, e todo o material passou por critérios de seleção e análise preestabelecidos. Os resultados demonstraram uma evolução no método da topografia de moiré, isto é, percebeu-se uma preocupação crescente em melhorar a precisão e a acuidade do método, bem como em facilitar as interpretações dos topogramas por meio da utilização de softwares. Em destaque, observou-se a prevalência do uso das técnicas de moiré de Sombra e de Projeção nas análises clínicas, em detrimento de outras técnicas de moiré. Somado a isso, os procedimentos metodológicos parecem não estar bem definidos na literatura. Apesar de a TM se mostrar um método de avaliação postural bastante útil na detecção de deformidades da coluna vertebral, verificou-se, por outro lado, grande carência de estudos que a tivessem aplicado em adultos ou idosos. A prevalência está em estudos de rastreamento de escolioses em crianças em idade escolar, por se tratar de um problema de saúde pública.<hr/>Since 1970, the moiré phenomenon has been employed as a method of clinical diagnosis in topographical analyses of the human body. As a postural evaluation method, the moiré topography (MT) assists in the examination of postural deviations on frontal, sagittal and transversal planes, through the analysis of a single image (topogram) of the subject's backside. This study aimed to carry out a literature review whose approach included the main characteristics of the moiré phenomenon and its use as a topographical method for clinical analyses, particularly those related to postural deviations. A literature survey of the main sources of international and national academic research was made and all the material collected from this survey then underwent a pre-established selection criteria and analysis. The results showed an evolution in the method of moiré topography, that is, an increasing concern to improve the accuracy and precision of the method, as well as to facilitate the interpretations of the topograms by means of the use of softwares. It was mainly observed that the shadow and projection moiré techniques were more used than the other techniques of moiré. In addition to this, it was apparent that the methodological procedures of moiré topography are not well defined in literature. Although MT has shown to be very useful in the detection of vertebral column deformities, it was verified that there exists a great lack of studies that have applied this technique to clinically evaluate adults and the elderly. The majority of studies involve the tracking of scoliosis in school age children, because it is a public health issue. <![CDATA[<b>O Envolvimento de idosos em atividades prazerosas</b>: <b>Revisão da Literatura sobre Instrumentos de Aferição</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O prazer experimentado ao se envolver em atividades é fator fundamental para o bem-estar do idoso. Estudos mostram que prática de atividades agradáveis atua como variável mediadora na prevenção e superação de desordens psicológicas, ajuda a lidar com os efeitos negativos de perda de funcionalidade, viuvez e pouco contato familiar, bem como prediz bem-estar físico e psicológico. A literatura consultada mostrou que, no Brasil, as pesquisas que abordam esse tema são incipientes, e que não existe ainda um instrumento validado para a realidade brasileira que avalie envolvimento de idosos em atividades prazerosas. O objetivo deste estudo foi comparar instrumentos existentes que avaliam a frequência do envolvimento de idosos em atividades e o nível de prazer subjetivo experimentado em cada uma delas, para então sugerir um instrumento a ser submetido a um processo de validação transcultural no Brasil. As bases de dados utilizadas foram: CAPES, SciElo, LILACS e Medline. Não foram localizados instrumentos brasileiros que medissem o envolvimento de idosos em atividades prazerosas. Foram localizados três instrumentos internacionais: The California Older Person's Pleasant Events Schedule (COPPES); The Pleasant Events Schedule-AD (PES-AD) e The Pool Activity Level (PAL). Todos os instrumentos apresentaram boas propriedades psicométricas, no entanto o COPPES aparentou ser o instrumento mais apropriado para uma validação transcultural para o Brasil. Espera-se que um instrumento desta natureza possa contribuir para a realização de pesquisas, planejamento e avaliação de intervenções e estratégias preventivas focadas na promoção de bem-estar entre idosos, no Brasil<hr/>The elderly pleasure in engaging in activities is an essential factor for their well-being. Investigations show that the practice of pleasant activities works as an intermediate variable in preventing and coping with psychological disorders, negative effects of functionality loss, widowhood and lack of familiar contact, as well as predict physical and psychological well-being. The literature shows that, in Brazil, investigations about this field are still incipient, and there are not validated instruments which measure the involvement of Brazilian elderly in pleasant activities. The aim of this study was to review the literature to identify and compare instruments which measure the frequency of elderly people`s involvement in pleasant activities, and then suggest an instrument to be submitted to a cross-cultural validation process in Brazil. The searched databases were: CAPES, SciElo, LILACS and Medline. We found no Brazilian instruments that measure the elderly's involvement in pleasant activities. They were found three international instruments: The California Older Person's Pleasant Events Schedule (COPPES); The Pleasant Events Schedule-AD (PES-AD) and The Pool Activity Level (PAL). All instruments had good psychometric properties, but COPPES was the one which sounded the most appropriate for a cross-cultural validation process in Brazil. An instrument of this kind may contribute to further researches, planning and evaluations of interventions and preventive strategies focused in promoting elderly people`s well-being in Brazil <![CDATA[<b>A Velhice e a Morte</b>: <b>reflexões sobre o processo de luto</b>]]> http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000300017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste trabalho, apresentamos e discutimos, sob a perspectiva da psicanálise, reflexões sobre a associação da morte com o processo de envelhecimento humano. São analisadas, inicialmente, elaborações freudianas sobre a morte na cultura, destacando o estranhamento e o desamparo perante a velhice e a morte. Reflexões sobre a vivência da morte nas perdas experienciadas na velhice são apresentadas neste trabalho, que também propõe uma discussão acerca do luto que é vivido simbolicamente nas perdas associadas ao processo de envelhecimento. As perdas vividas na velhice estão relacionadas à morte real de amigos e companheiros, ao corpo, ao fim das relações de trabalho, ao relacionamento social e familiar. Tais perdas perpassam tanto a dimensão do físico, em sua concretude, como os universos profissional, social e familiar. Após uma análise bibliográfica, concluímos que é pertinente a reflexão de que a morte e a velhice constituem fenômenos fortemente atrelados na cultura, de modo que uma abordagem sobre o envelhecimento parece demandar uma compreensão e discussão do processo de luto vivenciado nas sucessivas experiências de perdas na velhice.<hr/>This paper presents and discusses, under a psychoanalytic perspective, some thoughts about the association of death with the human aging process. Firstly, Freudian concerns about death in culture are analyzed, with regard mainly to the strangeness and helplessness about elderly and death. A debate about the death in losses experienced in old age takes place in this work, which also proposes a discussion about grief symbolically lived in losses associated with the aging process. The losses lived in old age are related to the real death of friends and colleagues, to the body, to the end of work relations, and to social and family relationships. Such losses persist beyond the physical dimension, in a concrete sense, and also beyond the social, family and professional realms. After a bibliographic analysis, we conclude that the reflection about death and old age as a phenomenon strongly related to culture is pertinent and relevant. Therefore, an academic approach to the issue of human aging seems to demand a comprehension and discussion of the grief process lived in the successive experiences of losses in old age.