SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número4O que se aprende além das letras: um estudo sobre a alfabetização de pessoas idosasRepresentações Sociais de saúde construídas por idosos do oeste paraense índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

versão impressa ISSN 1809-9823

Resumo

GUEDES, Maria Heliana Mota; GUEDES, Helisamara Mota  e  ALMEIDA, Martha Elisa Ferreira de. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. [online]. 2011, vol.14, n.4, pp. 731-742. ISSN 1809-9823.

A população mundial vem envelhecendo com rapidez; assim, a expectativa de vida vem aumentando e as pessoas estão prolongando seus anos de vida. A arte permite ao ser humano a liberação de seus sentimentos e emoções, aumentando a qualidade afetiva das relações interpessoais, pela melhora da comunicação, fortalecimento da autoimagem e redescoberta de potenciais criativos. Este trabalho teve como objetivo investigar de que forma a prática dos trabalhos manuais pode influenciar a autoimagem do idoso. Avaliou-se a arte através de entrevistas semiestruturadas, centradas em questões relacionadas com o envelhecimento e a autoimagem como recurso terapêutico, de criatividade, processo da criação, autoimagem, autoconceito, autoestima, sentimento e emoções. Evidenciou-se que os trabalhos manuais fortaleceram a autoimagem do idoso, através da concretização dos trabalhos, assim como a socialização, minimizando eventuais impactos decorrentes do envelhecimento, e até mesmo permitindo surgir habilidades artísticas e seu aprimoramento. Conclui-se através da categoria benefícios e das subcategorias habilidade mental, socialização e remédio, que as atividades manuais são valiosas ferramentas na recuperação biológica, psicológica, social e imunológica dos idosos.

Palavras-chave : Idoso Arte; Terapia pela arte; Atividades de lazer; Trabalhos manuais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português